Blogue

O ponto de encontro mais fresco do mercado!

Com o Verão, com o calor e dias felizes apetece mais, mas muito mais um GELADO!
Temos uma disputa entre o gelado e o sorvete. Mas quando o gelado apareceu derreteu o nosso coração e, dificilmente resistimos. O sorvete, é feito com puré de fruta, açúcar (ou xarope de açúcar) e água. O gelado tem mais ingredientes, é mais elaborado e, a sua base é feita com produtos lácteos. No Brasil o sorvete contém produtos lácteos, e o sorvete que nós conhecemos em Portugal chama-se sorbet no Brasil.

Aquela sobremesa feita para aquele dia especial, por alguém com uma receita maravilhosa, que tem mão para a fazer. A maioria das vezes são as avós que nos presenteiam com esse mimo. Elas empenham-se para os netos do mundo inteiro, com a sabedoria e o bom senso da idade. Tem no seu receituário a tradição da cozinha de cada região com um toque personalizado. E tem aquele tempo que é preciso para o fazer e ensinar aos mais novos.
Quem se lembra?

Vamos voltar ao trabalho!
Para o retorno ao trabalho, ter alguma coisa já feita para começarmos despreocupados, sem ir a correr a pensar no almoço é muito tranquilizante.
Tanto que é necessário pôr em dia e rever! E os novos conceitos, aquela formação interessante, estamos sem tempo para nada! Precisamos de nos adaptar, dar uma reviravolta às tarefas. Parece que não, mas acima de tudo precisamos de ter o tempo necessário para pensar, com serenidade de forma clara e muito lúcida. Cada ação deverá ter o cunho de estar plenamente realizada ou encaminhada para tal.

A variedade é uma característica do rissol, por isso é um bom amigo à mesa. A massa singular adapta-se e combina muito bem com qualquer recheio. Com a sua versatilidade surpreendemos da melhor forma o apetite de quem o come.

Que saudades do cheirinho de um folhado de chocolate acabado de cozer!

Conhecemos o bolinho de bacalhau como sendo muito nosso.

Trazemos do passado experiências vividas, vamos de encontro ao futuro como um recomeçar todos os dias e aprender de novo.
O nosso nascimento foi há 12 anos e quando criamos algo fica na nossa alma para sempre…. O ato de criar, manifesta-se inicialmente pela vontade genuína de fazer, de meter-se em algo de cabeça com uma força superior ao que poderíamos aqui descrever. Apercebemo-nos que o medo não tolhe o sentimento, o racional fica subjugado e anestesiado por essa luz interior. Descobrimos forças e energias que julgávamos não ter.

A sua origem foi na Bélgica, ou no ducado de Brabante como assim se chamava na idade média, quem diria?!
Mas onde realmente encontraram a sua expansão foi nos Estados Unidos.
Já deliciam os portugueses há alguns anos e aderimos com facilidade a esta massa parecida com os crepes e as panquecas. Uma massa fofa, simples e que encanta qualquer um.
Vários são os momentos do dia para as colocarmos na mesa com coberturas muito versáteis entre o doce e o salgado. Para quem tem crianças é uma ajuda valiosa.

INGREDIENTES:

500 gr de placa de massa folhada pronta
1/2 colher (chá) de óleo de coco ou outra gordura
4 a 5 colheres (sopa) de creme de avelã à temperatura ambiente
1 ovo levemente batido

PREPARAÇÃO:

1.
Pré aqueça o forno a 180ºC.
Unte com óleo de coco o papel vegetal que vai colocar no tabuleiro.
Disponha a folha de massa folhada e coloque no papel vegetal.

Para este NATAL entramos em sua casa pela porta da cozinha e levamos alegria, gostamos especialmente de ajudar a preparar os petiscos, os doces e sugestões variadas para época tão nobre e universal. Disponha dos nossos serviços, da nossa colaboração, estamos presentes para encantar os seus familiares, amigos, colaboradores e todos os que lhe são queridos.

Para que não falte nada na sua mesa de Natal e para que o serviço flua rápido e bem, no que toca a entradas e sobremesas, vamos ser o seu braço direito na cozinha!
Foi há 10 anos que tudo começou: um caminho que parece simultaneamente longo e curto.

2017 assinala um novo capítulo na história, crescimento e evolução das Frescas Surpresas